ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Defesa Civil monitora chuvas para período crítico do verão

Data: 13/12/2017

O coronel Aníbal Ornelas destacou que a tecnologia permite montar um sistema de prevenção mais eficiente e possibilitar maior participação da comunidade

Marcus Wagner

O período de chuvas em Teresópolis faz a Defesa Civil trabalhar em regime de alerta para acompanhar as áreas de risco do município e garantir o apoio aos voluntários que foram capacitados em diversas comunidades. Mesmo sem haver previsão de chuvas fortes para dezembro, o órgão mantém um monitoramento constante das condições climáticas para agir caso seja necessário. Um centro de monitoramento com informações via satélite em tempo real e um aplicativo para que a população tenha acesso a esses dados são os grandes aliados para o esquema de prevenção do município consiga minimizar a gravidade de eventos naturais. 

“Nessa época a Defesa Civil entra em estado de alerta, pois Teresópolis é uma cidade com várias áreas de risco, então passamos o ano inteiro nos preparando e orientando a população para enfrentarmos juntos esta época do ano. O pessoal da área de risco já até sabe o que fazer e como fazer se tiver algum problema, mas a população em geral a gente orienta que se houver um índice de chuva maior pode ligar 199 que nós estamos aqui durante 24 horas à disposição do povo de Teresópolis”, explicou o coronel Aníbal Ornelas, secretário de Defesa Civil de Teresópolis.

O sistema de monitoramento permite avaliar as situações com grande precisão, pois é feito um acompanhamento tanto de dados obtidos via satélite como também através de radares e então é feito um cruzamento destas informações 24 horas por dia das condições meteorológicas de Teresópolis. De acordo com o coronel, o aperfeiçoamento constante da comunicação com as comunidades é prioridade para a Defesa Civil: “Eu acho que nós estamos preparados e trabalhamos junto com a população em geral. Tivemos uma reunião com a comunidade no Teatro Municipal há poucos dias e vamos ter outra no dia 19 com outra parte da população, então estamos convocando a todos para tomar conhecimento e enfrentarmos o período de chuvas, que não deve trazer grandes problemas. Não temos como fazer a previsão para daqui a um mês porque é muito difícil, mas daqui a uma semana já temos certeza de como será a chuva”, disse Ornelas.

A participação da sociedade é considerada fundamental pela Defesa Civil é considerada fundamental para que os planos de contingência sejam bem sucedidos, por isso foi criado o aplicativo AlertaDCT que disponibiliza os dados reunidos pela central de monitoramento: “O aplicativo está disponível para a população e mais de 25 mil teresopolitanos já acessam.  Quem entra nesse aplicativo tem as mesmas informações que a gente tem aqui, podendo acompanhar de casa a situação das chuvas em Teresópolis”, afirmou o secretário.
Além do monitoramento permanente das condições climáticas para emissão de avisos de chuva à população; Teresópolis possui 31 Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC) que foram implantados na cidade e no interior, contando com cerca de 500 agentes voluntários. O órgão realiza ainda atividades de capacitação como testes mensais para checar o funcionamento de 24 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme e simulados em escolas, com treinamento de professores e estudantes.

“Confiem na Defesa Civil porque trabalhamos durante todo o ano. Não tem como controlar a natureza, mas tem como diminuir o risco que a gente tem nesse período de chuva”, enfatizou o coronel Aníbal. .


 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Turismo: Aumenta o número de prestadores de serviço cadastrados

Segurança revitaliza pintura da sinalização de trânsito em cinco bairros

Vacinação para professores está mantida

Sine divulga 119 oportunidades de emprego em Teresópolis

Liberado o edital para o Vestibular Cederj em Teresópolis

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy