ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Covid-19: Possível "efeito rebote" preocupa Secretaria de Saúde em Teresópolis

Data: 09/06/2020

Marcello Medeiros

Teve início nesta segunda-feira, 08, a flexibilização do funcionamento do comércio em Teresópolis. E, já no primeiro dia de liberação de abertura das lojas, o que se viu foi um grande volume de pessoas nas ruas e longas filas mesmo em lojas que trabalham com produtos que não são considerados essenciais. As imagens tomaram as redes sociais e se repetiram nesta terça-feira, 09, principalmente em estabelecimentos na Avenida Delfim Moreira, sendo um dos tópicos questionados ao secretário municipal de Saúde na sessão ordinária da Câmara dos Vereadores, realizada de forma virtual. Antonio Henrique Vasconcellos falou sobre as medidas que permitiram a liberação gradual da economia e atentou para a possibilidade ter que voltar atrás caso os leitos de UTI voltem passar de 70% de ocupação em Teresópolis. “Quando não temos o número disponível, precisamos regredir qualquer avanço. Já conversamos com o prefeito, com o Judiciário. Se a ocupação de leitos passar de 70%, teremos que recomendar o fechamento de todo o comércio novamente. Precisamos manter abaixo disso para manter a flexibilização. Abertura de comércio não significa que as pessoas tenham que andar pela rua de forma desgovernada. Temos orientando que a população não saia para comércio de qualquer jeito. Entendemos que o empresário está em uma situação difícil, que a economia tem que girar, que algumas pessoas estão passando fome, mas não é para ir de qualquer jeito para o comércio, é para ir de forma e no momento adequado”, atentou o secretário de Saúde.
Também segundo Antonio Henrique, Teresópolis ainda não atingiu o pico de contaminação. Além do risco de subir o número de contaminados, ele falou sobre a preocupação com os bairros mais populosos. “Estamos vendo que moradores de áreas mais populosas, São Pedro, Meudon, Fazenda Ermitage, estão começando a se contaminar. Tenho ido nesses bairros e vendo que muita gente não está tendo a preocupação necessária, sem usar máscara, soltando pipa, e não houver orientação e conscientização, penso que vamos ter que tomar medidas mais duras”, pontuou. De acordo com os dados do Gabinete de Crise divulgado nesta terça-feira, São Pedro já é o segundo bairro com mais casos confirmados (71, com nove mortes), ficando apenas atrás da Várzea (103, com duas mortes). Em terceiro lugar está a Barra, com 58 confirmações e dois óbitos registrados. Ainda sobre São Pedro, existem outras duas notificações separadas de localidades que fazem parte desse aglomerado, Perpétuo e Rosário. 
O vereador Maurício Lopes disse ter cobrado a apresentação do plano de reabertura do comércio, em abril passado, não recebido até o momento e sido surpreendido com o grande afrouxamento nesta segunda-feira. Ele atentou para o risco de efeito “rebote” e nova grande onda de contaminação de coronavírus no município. “Se não houver essa conscientização, essa preocupação, corre o risco sim de recontaminação e fechamento do comércio”, se posicionou Antonio Henrique.

50 mil testes
Um dos tópicos mais debatidos na sessão da Câmara foi sobre a ampliação do número de testes. O secretário informou que serão licitados 50 mil testes rápidos para a transformação do Centro de Triagem 24h do Pedrão em um ponto de testagem da população, o que pode contribuir para o isolamento daqueles confirmados e consequentemente se diminuir o risco de propagação da doença. A ideia é criar um aplicativo/sistema que o paciente preencha dados que possam indicar necessidade de tal teste ou, em situações mais graves, ser atendido em casa por equipe da Secretaria de Saúde. A previsão é que o processo licitatório tenha início na próxima terça-feira e, sendo contratada empresa para oferecer o material, o serviço ser iniciado em 15 dias.

Transferências
Sobre as transferências de pacientes Covid-19 para outros municípios, Antônio Henrique disse elas só acontecem quando há lotação do leitos de UTI e, que, no momento, há três teresopolitanos internados em Volta Redonda – onde há hospital estadual preparado para tal procedimento. Outros que precisaram viajar por cerca de 200 quilômetros não resistiram e um paciente teve alta, sendo transportado de volta para Teresópolis pela SMS.

Interior
A promessa é que, nos próximos dias, sejam montados centros de atendimento de casos suspeitos em localidades do Segundo e Terceiro Distritos, possivelmente Água Quente e Mottas.

Casos suspeitos
Questionado pela vereadora Cláudia Lahuand, Vasconcelos explicou o “sobe e desce” do número de casos suspeitos divulgados via boletim. “Estão ligados aos exames que vão para o Lacen. Infelizmente o laboratório central do estado está recebendo demanda muito grande dos municípios, aí vai acumulando e de repente solta tudo ao mesmo tempo. Alguns exames indicam que estão indetectáveis e precisamos mandar refazer. Está muito difícil trabalhar com o Laboratório Central, mas é o que nós temos”, disse.

Processo Monique
Sobre o caso da técnica em enfermagem Monique Magalhães, que faleceu após contrair a Covid-19 em barreira sanitária da PMT, Antonio Henrique disse que só soube da gravidade da situação na semana que aconteceu o óbito, informando que tem buscado acompanhar de perto os casos envolvendo os profissionais da Saúde e que todo o procedimento administrativo para investigar o ocorrido já foi realizado e encaminhado para a Procuradoria do Município. 

App “Minha Saúde”
Foi lançado nesta segunda-feira, 08, o aplicativo ‘Minha Saúde’. A ferramenta tem o objetivo de fortalecer as medidas de prevenção e de combate ao novo coronavírus. O aplicativo está disponível, gratuitamente, nos sistemas Android e IOS, e permite realizar triagem, monitorar sintomas e estabelecer contato direto entre o cidadão e o serviço de saúde do município. Plataforma vai ser usada dentro do Programa Estratégico de Testagem (PET) para identificar casos suspeitos de colaboradores, empregados e prestadores de serviços. 
Como parte integrante do Programa Estratégico de Testagem (PET), todos os estabelecimentos com permissão de atividade deverão requerer que, até o próximo dia 12, seus colaboradores, empregados e prestadores de serviço preencham formulário de autodeclaração no aplicativo. As declarações que apontem para casos suspeitos serão monitoradas pela Divisão de Vigilância Epidemiológica (DVE), sendo avaliada a necessidade de isolamento e realização de testes individuais para o COVID-19. Após a entrega de todas as autodeclarações de saúde de seus colaboradores, empregados e prestadores de serviço, as empresas com permissão de atividade deverão preencher formulário para emissão do Alvará Combate ao COVID-19 Segundo Estágio, disponível no site da Prefeitura. O documento deverá ser impresso e exposto em todos os acessos do estabelecimento em formato A4.

 


CRÉDITO E LEGENDA

AsComPMT

“Abertura de comércio não significa que as pessoas tenham que andar pela rua de forma desgovernada. Temos orientando que a população não saia para comércio de qualquer jeito”, atentou o Secretario de Saúde Antonio Henrique, na sessão virtual da Câmara

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Aulas presenciais voltam quarta-feira, dia 12

Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Secretaria de Saúde finaliza entrega de mais uma remessa de vacinas

Butantan entregou hoje mais 2 milhões de doses de vacina CoronaVac

Saúde distribui 1,12 milhão de vacinas da Pfizer a partir de hoje

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy