ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Coronavírus: Em mês, situação mudou totalmente em Teresópolis

Data: 11/04/2020

Um mês atrás, situação no município ainda era bastante tranquila. Hoje, preocupação com a escalada do coronavírus

No dia 12 de março, O Diário realizou a primeira entrevista com o secretário municipal de Saúde, Antonio Henrique Vasconcellos, sobre a preocupação em relação ao coronavírus em Teresópolis. Na ocasião, eram “apenas” seis casos suspeitos e, naquele momento, ele afirmou que não havia motivo de pânico. O secretario também informou na ocasião que a situação estava sob controle e a rede preparada para atender, sem a necessidade de tomar medidas contra reuniões de grupos de pessoas, como eventos e aulas. No dia seguinte, porém, o governo estadual anunciou as primeiras ações restritivas, como a suspensão das aulas, e um mês depois, o quadro é totalmente diferente no município. De acordo com o último boletim divulgado pela secretaria de Saúde local, já são 16 casos confirmados e outros 48 sendo investigados, portanto havendo a possibilidade desse quadro geral de confirmações para covid-19 aumentar assustadoramente. Nas últimas semanas também começaram a acontecer as transmissões comunitárias, ou seja, o vírus está circulando no município e não há apenas casos de pessoas infectadas em viagens para o exterior.
Desde o dia 21 de março, ficaram mais duras as medidas restritivas em Teresópolis, sendo a principal delas a proibição de funcionamento da maior parte dos estabelecimentos comerciais como forma de tentar evitar as aglomerações e consequentemente diminuir as chances de propagação do coronavírus. Na semana passada o prefeito Vinicius Claussen chegou a permitir a reabertura parcial de bares e restaurantes, que deveriam respeitar o limite de 30% no atendimento. Porém, voltou atrás quatro dias depois após centenas de denúncias de grandes aglomerações, principalmente em bares. Em um deles, na Tijuca, por exemplo, foram mais de 200 reclamações encaminhadas para a prefeitura.
O município também mantém barreiras sanitárias, proibindo o acesso de moradores de outros locais. As linhas de ônibus intermunicipais também foram suspensas, devido a decretos municipais vetando esse tipo de transporte e uma decisão do governo Witzel nesse sentido. Inicialmente, tais medidas continuam valendo até o dia 14 de abril. Até lá, o prefeito terá que decidir se vai permitir a reabertura dos estabelecimentos comerciais e liberação das praças para atividades de lazer, pelo menos de forma parcial, ou se as restrições continuam. No boxe, veja o acompanhamento dos principais números nesse primeiro mês de combate ao coronavírus no município. 
“O primordial é evitar acreditar em tudo que é divulgado pela internet, porque espalham boatos que causam pânico para as pessoas. Procurem sempre os órgãos oficiais, site do Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde ou venham até aqui e procurem o nosso setor de Vigilância Epidemiológica”, destacou Antonio Henrique na entrevista do mês passado, mas o depoimento vale também para hoje. É preciso buscar fontes confiáveis antes de se preocupar ou compartilhar qualquer tipo de notícia.

UM MÊS DE COMBATE AO CORONAVÍRUS
12/03 – Teresópolis tinha seis casos suspeitos. 
18/03 - Vinícius Claussen faz coletiva ao lado do vice-prefeito Ari para falar sobre as ações que seriam realizadas.
19/03 - É inaugurado o Centro 24h no Pedrão, com 131 atendimentos.
20/03 - Prefeitura divulga que o município tem 192 casos suspeitos.  No Pedrão 166 pessoas foram atendidas, dia com maior registro.
21/03 - Prefeitura para de divulgar o número de casos suspeitos em Teresópolis.
22/03 – Mais um boletim sem o número de casos suspeitos.
23/03 - Prefeitura volta a divulgar o número de suspeitos. De 192 casos suspeitos, número passou para 34. Neste mesmo dia o Centro 24h no Pedrão atendeu 117 pessoas.
24/03 - Teresópolis tem 39 casos suspeitos.
25/03 - Prefeitura confirma primeiro caso de coronavírus em Teresópolis e 32 casos suspeitos.
26/03 - Um caso confirmado e 25 casos suspeitos.
27/03 – Centro 24h registra 44 atendimentos. Município continua com um caso confirmado e 25 suspeitos.
28/03 – Centro 24h registra 40 atendimentos. Um caso confirmado e número de suspeitos sobe para 26.
29/03 - Um caso confirmado, 29 suspeitos. No Pedrão apenas 17 pessoas foram atendidas.
30/03 - Teresópolis confirma mais dois casos de coronavírus e o número de suspeitos passa para 30. No Pedrão o número de atendimentos volta a subir, com 61 registros.
31/03 - Mais um caso confirmado. Já são quatro e 34 suspeitos. Prefeitura informa que 44 exames foram descartados.
01/04 - Continuam quatro casos confirmados.
02/04 – Centro 24h registra 50 atendimentos.
03/04 - Teresópolis confirma o quinto caso de coronavírus.
04/04 – Sobe para seis o número de casos confirmados.
05/04 – Já são sete casos confirmados e 37 suspeitos. No Pedrão, apenas 15 pessoas procuraram atendimento.
06/04 – Sobe para nove o número de casos confirmados. O número de atendimentos no Pedrão volta a subir, o dobro do dia anterior. 07/04 – Saúde divulga 10 casos confirmados em Teresópolis e 31 suspeitos.
08/04 – Pula para 14 o número de confirmações, com 31 suspeitos.
09/04 – Divulgado que são 16 casos confirmados, 51 suspeitos e 17 internações, sendo três em estado grave.
10/04 – 48 casos suspeitos sendo investigados. Número de confirmações segue em 16.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Parques naturais continuam com restrições para visitação

Mais cinco presos por tráfico de drogas em Teresópolis

Bancos: 19 casos de coronavírus já foram registrados em Teresópolis

Infectologista: tomar mais de uma vacina não significa maior proteção

Justiça autoriza saída de Michel Temer do Brasil

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy