ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Combate à evasão escolar em Teresópolis

Data: 14/09/2018

Participantes da reunião de mobilização intersetorial do programa Busca Ativa Escolar - Jorge Maravilha/AsComPMT

 
A prefeitura de Teresópolis, através da secretaria municipal de Educação, está intensificando o combate à evasão escolar. O município aderiu ao Programa Busca Ativa Escolar, do Unicef, que tem como objetivo identificar crianças e adolescentes de 4 a 17 anos fora da escola e criar as condições para que elas voltem aos bancos escolares. Nesta quarta-feira, (12), foi dado o pontapé inicial, com uma reunião de mobilização para apresentação da iniciativa. Reunindo representantes de várias secretarias, líderes comunitários e dos Conselhos Tutelar e de Saúde, o encontro aconteceu no auditório da Secretaria de Educação, na Rua Carmela Dutra, em Agriões.
A gestora do programa Busca Ativa Escolar em Teresópolis é a Secretária de Educação, Rosana Mendes. Segundo ela, a iniciativa atende às metas 1 e 2 do Plano Municipal de Educação. Previsto pela Lei 13.055/2014, o documento define estratégias e metas a serem seguidas e alcançadas em dez anos. “O que queremos, de fato, é resgatar o aluno que abandonou a vida escolar. E esta é uma ação de todos nós: a sociedade tem que se envolver e contribuir para esse resgate”, concluiu.
Criado pelo UNICEF, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e o Instituto TIM, o programa faz parte da iniciativa global ‘Fora da Escola – Não Pode!’, do Unicef. Tem como objetivo apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora de sala de aula ou em risco de evasão.
Teresópolis é um dos 27 municípios no Estado do Rio de Janeiro a receber consultoria direta do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) para a gestão do Busca Ativa. “Essa ferramenta vai auxiliar o município na criação de um banco de dados para a produção de políticas públicas. Estamos propondo realizar uma formação de dados estatísticos municipais”, disse Roberta Castro. Ela é diretora de polo da Associação Cidade Escola Aprendiz, uma organização de São Paulo convidada pelo Unicef para executar o Busca Ativa Escolar.

Programas municipais em ação
Coordenadora operacional do Busca Ativa Escolar no município, Vanda Figueiredo destaca que o programa vem reforçar o trabalho já realizado pela Secretaria Municipal de Educação. “Acompanhamos o aluno infrequente, através do programa ‘Ficai’. Neste segundo semestre letivo, estudantes com 35 faltas são acompanhados diretamente pelo Conselho Tutelar e pela Vara da Infância, da Juventude e do Idoso. Temos ainda o ‘Segunda Chance’, para os alunos acima de 15 anos que já no primeiro semestre apresentaram baixa freqüência. Eles são inseridos na Educação de Jovens e Adultos para que possam terminar o ano letivo”, assinalou Vanda.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jovens vão auxiliar a Guarda Municipal usando bicicletas

Dodge diz ao Supremo que Lula não pode conceder entrevistas na prisão

Campanha para descarte correto de medicamentos

Campanha de renegociação de dívidas continua na PMT

Posto de Saúde de Araras recebe ação do Outubro Rosa

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ