ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Comandante dos Bombeiros de Teresópolis fala sobre os cuidados durante o Carnaval

Data: 02/03/2019

O Comandante do Corpo de Bombeiros em Teresópolis, Tenente Coronel Fábio Goncalves, fala em entrevista ao Jornal Diário sobre os cuidados que a população deve ter durante o Carnaval

Anderson Duarte

A chegada do Carnaval é sempre motivo de muita celebração, e tanto para quem curte a festividade, quanto para quem aproveita a folga, mas também deve ser de maior preocupação com relação a segurança dos foliões. No Corpo de Bombeiros Militar de Teresópolis em seu 16º Grupamento, que tem em seu comando o Tenente Coronel Fábio Gonçalves, essa prontidão é garantida. Em entrevista ao Jornal Diário na TV esta semana, o Comandante deu dicas de segurança no período, falou das maiores dificuldade enfrentadas pela corporação nesta missão de garantir a integridade do cidadão, como o excesso de chuvas e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, e de sua chegada a Teresópolis. Nascido em Campos dos Goytacazes, o Comandante Fábio já esteve à frente da corporação no município vizinho de Nova Friburgo, onde em um dos momentos mais marcantes de sua carreira, em 2011, recebeu a medalha Força e Coragem pelos trabalhos de ajuda na recuperação de Nova Friburgo.
Um dos aspectos em debate ao longo da entrevista foi a necessidade da corporação de manter o poder fiscalizatório de eventos e atividades. Segundo o Coronel Fábio, o objetivo é manter a fiscalização em locais onde houver festejos, como clubes sociais, logradouros e praças, justamente para prevenir eventuais acidentes. “A fiscalização da corporação é fundamental na prevenção e orientações de medidas de segurança nos pontos de festa, além de evitar que possíveis tragédias ocorram. Nos clubes sociais, existe a necessidade de certificação para que o evento transcorra seguindo todas as exigências técnicas. Se o local já possuir o certificado, serão verificadas possíveis alterações que deverão ser corrigidas para que a folia ocorra sem nenhum perigo. Nos logradouros e praças, por exemplo, são vistoriadas as condições de segurança de estrutura de palcos, som e iluminação, ou seja, garantir a segurança das pessoas que buscam diversão e lazer no período de Carnaval é o objetivo máximo da fiscalização”, enaltece o Comandante.
Como vimos ao longo dos últimos meses, o debate com relação a autorização técnica para a realização de eventos está novamente em voga, tanto em Teresópolis, quanto em todo o país, ao ponto inclusive do próprio Ministério Público do estado do Rio de Janeiro, ingressar com ação para interdição do Sambódromo do Rio de Janeiro, simplesmente o maior palco do Carnaval do país. As ações como lembrou o Coronel Fábio, estão calcadas na necessidade de manutenção das condições elementares de segurança dos foliões. Segundo o Corpo de Bombeiros, as restrições mais comuns apresentadas pelos locais que receberão os foliões são a ausência de projeto de proteção contra incêndio e pânico, a falta de iluminação de emergência, ausência de extintores, sinalização para rotas de fuga e saídas de emergência, e falta de proteção lateral para escadas, dentre outras mais especificas para locais abertos ou fechados. “Temos em mãos hoje diversos processos de autorização para eventos, alguns já alcançaram êxito nesta liberação, outros ainda não, mas acredito que teremos todos em condições de receber bem os nossos munícipes, essa é a maior preocupação da corporação”, explica Fábio.
Com relação ao estado de atenção devido a maior incidência de chuvas, e consequente, propensão aos deslizamentos e outros desastres, o Comandante lembrou de um esforço criado na cidade que pode virar um exemplo para todo o país, o projeto Proteger Teresópolis. “Acho que essa iniciativa que envolve a academia e a sociedade pode se tornar uma referência para todo o país, inclusive com relação ao serviço prestado a população”, enaltece. O projeto em parceira com a prefeitura foi desenvolvido pelo UNIFESO para reduzir a vulnerabilidade da cidade aos desastres naturais, em especial aos decorrentes das chuvas. Chamado de Proteger Teresópolis, o projeto conta com a colaboração de técnicos da Defesa Civil, de professores e de estudantes dos Centros de Ciências da Saúde e de Ciência e Tecnologia, que farão o diagnóstico de risco, a preparação comunitária, a análise geotécnica e o aperfeiçoamento do sistema de monitoramento e gestão.

- Dicas para um Carnaval seguro e de alegria 

Algumas dicas para que o período de festa não acabe em preocupação ou prejuízo, sempre são muito importantes, e pelas palavras do Comandante Fábio, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas se mostra como um dos maiores causadores de acidentes. “Entre todos os fatos ocorridos ao longo do período de Carnaval e que se faz necessária a intervenção do Corpo de Bombeiros, o consumo excessivo de bebidas alcóolicas está presente em grande parte deles, portanto deve ser evitado por todos que querem aproveitar de verdade a festa. Nós costumamos dizer que a corporação não é contra a alegria, pelo contrário, queremos que todos se divirtam muito, mas sem excessos”, explica o Comandante, que ainda lembra que o uso de fogos de artifício também é outro grande risco do período, sendo responsáveis por queimaduras e lesões graves.
Mas tem dica para quem for sair de casa no período, para quem está indo ou vindo para casas de temporadas, e até para quem não quer saber de ficar em casa e vai emendar um bloco no outro. São essas as principais dicas: “Se for viajar, fique atento para o registro de gás e equipamentos elétricos ligados nas tomadas; Nunca deixe equipamento elétrico ligado, nem brasas em fogões, lareiras, cinzeiros ou velas acesas; Se alguém se sentir mal perto de você, chame o Corpo de Bombeiros ou qualquer pessoa do serviço de saúde; Em aglomerações, mantenha crianças sob constante vigilância; Se levar seus filhos com você, esteja atento para não perdê-los de vista, identifique-os com pulseiras ou crachás plastificados contendo seu nome e seu telefone; É importante manter a criança hidratada; Se encontrar uma criança perdida verifique se ela está com uma pulseira de identificação com os telefones dos responsáveis para contatá-los; se não, leve-a a um posto do Corpo de Bombeiros ou da Polícia Militar; Evite que as crianças se aproximem do sistema de som, pois pode haver prejuízo para a audição; Crianças não devem ser colocadas em cima de trios elétricos; Evite lugares lotados. Para as crianças, a melhor opção são as matinês; Beba muita água mineral e sucos de frutas naturais; Leve em sua bagagem seus remédios de uso contínuo para evitar problemas de não os encontrar para comprar na cidade em que você estiver; Devido ao período quente, o recomendado é utilizar fantasias leves e arejadas, inclusive os calçados”, explica.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Turismo Cervejeiro atrai visitantes e fomenta a economia local

Projeto quer quebrar exclusividade das concessionárias de gás canalizado no estado

MP recomenda a demolição de casas construídas irregularmente

Parque Montanhas terá evento para marcar início da Primavera

Exposição prolongada ao sol segue como a principal causa dos cânceres de pele

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy