ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Circulação de pessoas caiu 40% nos dois primeiros dias do "lockdown"

Data: 22/05/2020

Fiscalização do rodízio de CPF e liberação de acesso somente para moradores e entregas tem sido realizada pelo 30º Batalhão de Polícia Militar na Avenida Rotariana, no Soberbo - Ricardo Abreu

Um dos pontos mais polêmicos do “lockdown de primeiro estágio” anunciado pelo governo municipal como forma de tentar diminuir a curva de contaminação da Covid-19 em Teresópolis, o rodízio de circulação de pessoas de acordo o número final do Cadastro de Pessoa Física, que teve início na segunda-feira, reduziu em 40% o número de transeuntes em via pública nos dois primeiros dias do sistema. A informação é da prefeitura que mantém as ruas monitoradas pelo sistema de câmeras e um programa (software) de inteligência artificial. Ainda de acordo com a Assessoria de Comunicação da PMT, foi registrada uma multa e um lacre de empresa no município por desrespeito ao decreto que diz que só pode ser atendido o cliente cujo número final do CPF corresponde a data em curso. “Com relação às pessoas nas ruas, a gestão municipal agradece a colaboração dos moradores e ressalta o trabalho de orientação das equipes de fiscalização, explicando para a população a importância do isolamento social neste momento de enfrentamento ao contágio do coronavírus”, informa ainda o documento encaminhado para a redação do jornal O Diário e Diário TV.
Seguindo o último decreto assinado pelo prefeito Vinicius Claussen, pessoas com CPF final par (0, 2, 4, 6 e 8) só podem circular nos dias pares e pessoas com final ímpar no documento (1, 3, 5, 7 e 9) somente nos dias ímpares. Para facilitar a verificação dos agentes de segurança, as pessoas devem portar documento oficial com foto que conste o número do CPF ou documento oficial com foto e o CPF ao transitar em locais públicos. As operações de fiscalização estão sendo realizadas em vários pontos, principalmente por agentes da Guarda Civil Municipal, mas também há equipes das Polícias Militar e Civil em apoio.

As operações de fiscalização estão sendo realizadas em vários pontos, principalmente por agentes da Guarda Civil Municipal 

Não estão incluídos nesta regra os profissionais de serviços essenciais, tais como servidores públicos, agentes de segurança, profissionais de saúde, funcionários de concessionárias de serviços, de hospitais, de farmácias e mercados e motoristas com atividade remunerada. Essas pessoas precisam de documento de autorização de circulação, que deve ser emitido pelo empregador ou pelo próprio profissional autônomo no site da prefeitura. Profissionais das demais atividades que têm permissão de abertura completa ou parcial (entrega na porta), por exemplo, postos de gasolina, óticas, restaurantes e feiras livres, deverão obedecer ao decreto de alternância de dias de acordo com o CPF e caberá à empresa organizar escalas de trabalho conforme a regra.
A multa sanitária para a pessoa física que descumprir as determinações de restrição de circulação ou de uso obrigatório de máscaras nas ruas e estabelecimentos comerciais, empresariais e bancários será de R$ 136,42.  Para as empresas ou tomadores de serviço de empregados domésticos que descumprirem as regras do decreto, o valor da multa será de R$ 818,52 por infração. Inicialmente, tal medida tem validade até o próximo dia 25.

Horário de circulação
Também estão proibidos o trânsito e a permanência de pessoas em ruas, praças, bens de uso comum da população no período das 23h às 5h, com exceção de saídas para atividades inadiáveis ligadas à saúde, incluindo veterinária e atividades profissionais relacionadas a serviços públicos e concessionárias de serviços públicos. A fiscalização segue durante todo o dia em vários bairros por equipes da Guarda Civil Municipal, Defesa Civil, Meio Ambiente, Posturas, Obras e Vigilância Sanitária, com apoio do 30º Batalhão de Polícia Militar na abordagem de veículos e orientação de condutores e passageiros.

“Carros rebocados”
Sobre informações divulgadas em redes sociais que a GCM estaria “rebocando veículos nessas operações”, tal situação não vem ocorrendo, segundo a corporação e o setor de Comunicação da prefeitura. “Nesses casos é aplicada multa sanitária e não por descumprimento do Código de Trânsito Brasileiro”, informou o governo municipal.

Quase 600 casos
A Secretaria Municipal de Saúde informa que até esta quinta-feira, 21, eram 577 casos confirmados de pacientes com Covid-19 em Teresópolis, além de 176 aguardando resultados dos testes. Até o fechamento desta edição eram 107 os recuperados com resultados laboratoriais comprobatórios. Dos 47 pacientes internados, 31 estavam com diagnóstico positivo para Covid-19. No total, 16 pessoas na UTI e 14 intubados. O município informa 18 óbitos confirmados e dois suspeitos. No final da tarde, o governo estadual divulgou que o número de mortes havia passado para 19 em Teresópolis.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Duque de Caxias e São Gonçalo reabrem comércio

EUA proíbem entrada de viajantes que passaram pelo Brasil

Brasil tem 363 mil casos confirmados de covid-19 e 22 mil mortes

Estado do Rio tem 37.912 casos confirmados de covid-19

Instituto Vital Brazil estuda soro contra o novo coronavírus

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy