ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Carros e motos apreendidos serão leiloados

Data: 14/01/2020

Objetivo da convocação é avançar para constituir a lista definitiva dos veículos que serão vendidos

Marcus Wagner

A prefeitura de Teresópolis deu mais um passo para a realização do leilão de veículos apreendidos há mais de 60 dias ao publicar a convocação dos proprietários de 272 carros e motos recuperáveis para que compareçam e regularizem a situação antes da venda. A medida faz parte dos procedimentos oficiais que o leiloeiro precisa tomar antes de realizar o pregão que deve ocorrer em fevereiro. Para regularizar a situação do veículo é necessário quitar todas as dívidas pendentes. 
Os proprietários têm 10 dias para fazer a retirada pagando documentos atrasados e despesas de diária. Além de quitar esses débitos, também é obrigatório pagar pelos custos da perícia do leilão. Atualmente o depósito municipal em Três Córregos está lotado de veículos e precisa liberar espaço urgentemente para que receber mais apreensões, por isso a realização do leilão já foi autorizada e segue os trâmites. Carros e motos já passaram por avaliação e foram catalogados pelo leiloeiro. 
Para quem se interessar em arrematar algum veículo, ainda será necessário aguardar a abertura do prazo de visitação, que ainda não tem data prevista. 
De acordo com Renata de Paula, chefe do depósito municipal, a venda pública vai liberar espaço e assim permitir uma operacionalização melhor do serviço de fiscalização da GM, além de tornar possível a realização de melhorias no próprio pátio do local: “Realmente está superlotado aqui e o primeiro passo para realizar o leilão foi dado com a publicação das notificações dos veículos que serão leiloados como bem recuperável. Quem quiser reaver seu bem, poderá vir até aqui ao depósito municipal em Três Córregos, quitar todos os débitos de seu veículo, pagar o custo do depósito e retirá-lo antes do leilão”. 
No local há muitos veículos danificados com a ação do tempo e que também já chegaram degradados, mas muitos podem ainda ter um bom tempo de uso, bastando apenas um bom trabalho mecânico e de funilaria. É o caso de automóveis como Celta, Gol e Fiat Uno que encontramos visivelmente aptos para funcionamento.  Também há veículos mais caros que poderão sair por preços bem vantajosos, mesmo com o custo da manutenção que eles vão precisar.
Além dos veículos recuperáveis, aqueles que podem voltar a rodar nas ruas, há também aqueles que serão vendidos como sucatas. Alguns podem até ter condições de funcionamento, mas a falta de condições de regularização inviabiliza o seu uso, como carros com adulteração de chassi e até aqueles com emplacamentos de outros estados. Um dos carros que mais chama atenção no depósito, uma BMW de cor marrom, está exatamente nesta situação: sem a possibilidade de aferir sua numeração de fábrica e com placa de São Paulo. Assim quem arrematar vai apenas poder utilizar as peças. 
Muitas das motos que serão vendidas como sucata já tiveram um passado de apreensão e de leilões, em que acabaram voltando às ruas indevidamente e por conta disso, houve uma mudança nas regras do leilão e só poderá arrematar um veículo como sucata que tiver CNPJ de oficina de ferro-velho.
“Temos aproximadamente 450 motos, sendo que 150 são recuperáveis e podem rodar e um total de 280 carros também”, explicou De Paula.
Ainda de acordo com a  chefe do depósito, apesar de um longo tempo sem leilão, a ideia é tornar os pregões mais frequentes para não voltar a ocorrer a superlotação. Desta forma, quem tiver o carro apreendido deve se apressar para resolver as pendências: “É preciso ficar atento porque depois de 60 dias apreendido no depósito municipal, o veículo pode ir a leilão. A frequência pode ser maior porque a gente precisa liberar o espaço físico para poder fiscalizar melhor e fazer o recolhimento veículos irregulares na cidade, tirar carros abandonados”, disse. 

 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Helicóptero que caiu com Bryant tinha nove pessoas a bordo

Governo do Estado recebe donativos para vítimas de chuvas no Norte e Noroeste

Witzel anuncia descentralização de R$ 23 milhões para municípios do Norte e Noroeste

Bolsonaro vê dificuldades na aprovação de reforma tributária no Brasil

Pequenos negócios tem até o dia 31 para aderir ao Simples Nacional

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ