ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Capacitação para auxiliar vítimas de violência doméstica

Data: 25/10/2019

Com mais de 90% da clientela formada pelo público feminino, os salões de beleza são os alvos do projeto "S.O.S. Tá na Mão", lançado nesta quarta-feira, 23, pela Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher - AsComPMT

Com mais de 90% da clientela formada pelo público feminino, os salões de beleza são os alvos do projeto “S.O.S. Tá na Mão”, lançado nesta quarta-feira, 23, pela Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher, no Espaço Qualivita, na Várzea. Com o lema “Diga NÃO a qualquer tipo de violência contra a mulher”, o projeto consiste na capacitação dos profissionais destes estabelecimentos. A proposta é que eles sejam multiplicadores de informação junto ao seu público, divulgando os contatos dos órgãos de atendimento às mulheres em situação de vulnerabilidade e emergencial. “Caso tenha conhecimento de alguma mulher que sofre violência doméstica, a clientela poderá facilitar o acesso dessa possível vítima aos canais de atendimento. Para isso, produzimos e distribuímos, nos salões de beleza, capas com lixas de unha contendo mensagem e os números dos telefones dos órgãos de acesso ao socorro feminino”, explica Margareth Rosi, secretária dos Direitos da Mulher.
Durante a formação, é feita palestra de conscientização sobre os tipos de violência contra as mulheres, bem como seus direitos. “É um projeto pioneiro. Precisamos agir e ampliar nossas ações, pois muitas mulheres clamam por socorro, sofrendo em silêncio por não saberem onde pedir ajuda”, avalia Margareth Rosi.

“S.O.S. Tá na Mão”
A capacitação dos profissionais dos salões de beleza é voltada para que eles estejam aptos a perceber quando uma cliente sua está sofrendo violência doméstica. Os encontros acontecerão um por estabelecimento com duração de aproximadamente 2h, com exposição oral, dinâmicas e troca de experiências. Esses encontros são agendados com os salões individualmente atendendo a agenda da Secretaria dos Direitos da Mulher e deles próprios. A proposta é que, com essa capacitação, os profissionais estejam preparados para não só perceber, mas também abordar a sua cliente que necessite de ajuda.
O projeto também será divulgado nos eventos sociais da Prefeitura, como Operação Prefeitura Presente, em palestras, inaugurações, atividades da Secretaria dos Direitos da Mulher, etc. A Secretaria dos Direitos da Mulher disponibiliza atendimento com assistente social, jurídico e de apoio à mulher. Funciona no Centro Administrativo Municipal Manoel Machado de Freitas, antigo Fórum (Av. Lúcio Meira, 375, sala 201 – Várzea). Os telefones para contato são 2742-1038 e 98805-4391.


 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rio suspende vacinação de profissionais de educação e segurança

Programa de redução de salários preserva mais de 500 mil empregos

Covid-19: Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados

Estudo mostra que máscaras de algodão têm eficiência de 20% a 60%

Teresópolis imuniza pessoas com Síndrome de Down, grávidas e mulheres que tiveram bebê recentemente, após 45 dias do parto

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy