ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Caminhão atinge poste e quase causa grave acidente

Data: 25/10/2018

Tenente Luiz Meirelles precisou ser interditada para a substituição do poste atingido pela carreta no final da manhã - Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

O trânsito nas principais ruas e avenidas da região central e proximidades ficou um verdadeiro caos nesta quarta-feira (24). O motivo, uma colisão de uma carreta em um poste na esquina da Rua Waldir Barbosa Moreira, antiga Primeiro de Maio, com Tenente Luiz Meirelles. Segundo apurado no local, o condutor do veículo de carga saía das proximidades do terminal rodoviário José de Carvalho Janotti, sentido Alto, quando se deparou com um carro de passeio na direção contrária, sem espaço para passar, e, para evitar a colisão frontal, puxou bruscamente para a direita. Na manobra, acabou atingindo a estrutura, que ficou bastante danificada e por pouco não tombou em direção a movimentada passagem de veículos e pedestres.
Com a base do poste bastante danificada e risco de acidente grave, o trânsito foi interditado pela Guarda Civil Municipal e desviado para a Avenida Lúcio Meira e a própria Waldir Barbosa Moreira, fazendo com que trajetos simples ficassem ainda mais demorados e o congestionamento afetasse até vias afastadas do local do incidente, como a Carmela Dutra, por exemplo.
Foram acionadas equipes da concessionária de energia, a Enel, e empresas de telefonia. Porém, coube ao pessoal da antiga Ampla a substituição do poste. Devido ao trabalho extremamente técnico e difícil, o trânsito precisou ficar interditado por quase todo o dia. Foi necessário desafixar todas as redes, de energia, telefonia e serviços de internet, para somente depois o caminhão munk fazer a retirada do poste danificado e a instalação da nova estrutura. O serviço pesado foi realizado nesta quarta-feira, mas nesta quinta-feira equipes das citadas empresas voltariam ao local para concluir a nova instalação.

Antigas ruas, muitos veículos
O incidente na movimentada esquina serviu para mostrar, mais uma vez, que já passou da hora se pensar em um plano de mobilidade urbana que contribua para a organização do cada vez mais caótico trânsito de Teresópolis. Segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro, já são quase 100 mil veículos emplacados no município, sem contar que circulam por aqui muitos registrados em outras cidades e os turistas, principalmente nos finais de semana.
Porém, enquanto cresce dada vez mais a frota de Teresópolis, as ruas são exatamente as mesmas de décadas atrás. Não foram pensadas novas possibilidades ou criados incentivos para meios de transporte coletivos ou bicicletas, por exemplo. Em duas rodas se ocupa menos espaço, se pratica exercício diariamente e o gasto é muito menor do que a manutenção de um veículo.
Além da situação desta quarta-feira, recentemente o fechamento da Rua Oscar José da Silva, no Panorama, causou um verdadeiro caos na região central do município. Sem a ligação com o bairro de Pimenteiras, que permite um trajeto mais rápido entre Barra e Alto, entre tantos outros, todos os motoristas se viram obrigados a passar pela Feliciano Sodré e Lúcio Meira, fazendo com que viagens que demorariam 20 minutos passassem para mais de uma hora.

Sem estacionamento
Outro fator cada vez mais preocupante com o crescimento da frota municipal é onde estacionar. Na maior parte do dia, encontrar uma vaga na região central do município é uma difícil missão. Com muito mais carros do que locais para deixa-los, estacionamentos particulares têm sido um dos principais tipos de estabelecimento em crescimento em Teresópolis. Recentemente, o governo municipal informou que está em análise a implantação de um novo tipo de cobrança de estacionamento nas ruas e avenidas, impedindo que veículos fiquem em uma vaga durante todo o dia e atrapalhando aqueles que precisam parar rapidamente fazer compras na Várzea, por exemplo. 

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Espanha decreta novo estado de emergência em luta contra covid-19

Itália determina que bares fechem cedo contra nova onda de covid-19

Pesquisa investiga transmissão de covid-19 entre homens e animais

Professores de escolas particulares do Rio suspendem greve

Ronaldinho Gaúcho testa positivo para coronavírus

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy