ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Boqueirão, mais uma comunidade esquecida pela prefeitura

Data: 28/11/2019

Ruas esburacas e com muita lama complicam ainda mais o acesso no período chuvoso em Boqueirão - Leitor Repórter

“Dinheiro tem, falta gestão”. A principal frase de campanha do prefeito Vinicius Claussen, que assumiu mandado tampão em eleição fora de época realizada para suprir a vaga deixada pelo então ficha-suja Mário Tricano, que conseguiu ficar à frente da PMT por um período graças à liminar do STF, parece fazer cada vez menos sentido. Afinal de contas, um ano e meio após o tido como “novo” ser eleito, os problemas são os mesmos, e alguns até maiores, na grande parte dos bairros do município. Um desses exemplos é o enorme descaso com localidades do Segundo e Terceiro Distrito, a quilômetros de distância do Alto, um dos poucos bairros onde donos de estabelecimentos comerciais e moradores – como o próprio prefeito – não têm muito do que reclamar. Frequentemente, O DIÁRIO recebe demandas de regiões onde Claussen ou seus representantes nunca foram sequer vistos. A última vem da localidade do Boqueirão, próximo a Vargem Grande, onde moradores reclamam do péssimo estado de conservação de vias públicas, situação que piora ainda mais no período de chuvas, falta de capina e iluminação pública, mesmo com a cobrança de já elevada tarifa que, na gestão atual, teve reajuste de até 300% em alguns casos.
“Venho pedir ajuda para divulgar alguns problemas que estamos tendo em nossa localidade, Boqueirão, situada acima do Hotel Le Canton, em Vargem Grande. Temos problemas com ruas esburacadas, com lama nos dias de chuva, sem coleta de lixo e o mato tomando conta da rua e caindo sobre os fios da rede elétrica. Já pedimos inúmeras vezes o apoio da prefeitura para asfaltar ou usar outro material que sirva para melhorar a situação. Também pedimos ao secretário de Agricultura que enviasse pessoal para limpar os cantos das ruas que estão sendo tomados pelo mato. É um absurdo pedir e ninguém nos atender. Há material no parque de exposições que poderia ser usado. Nas eleições começam as promessas dos senhores candidatos, que prometem, mas pouco do que se promete é feito. Aproveitem candidatos a prefeito e vereador para trabalhar, porque o povo quer resultado ao invés de ouvir promessas que vocês não são capazes de cumprir”, enfatiza a universitária Santuza Oliveira, uma das moradoras daquela localidade que buscou o jornal O DIÁRIO para tentar chegar aos ouvidos dos governantes municipais. 
Recentemente, uma ponte de madeira desabou parcialmente e foi preciso a comunidade se unir com a prefeitura para resolver a situação e evitar prejuízo ainda maior com o fechamento de importante passagem. A jovem Santuza relata ainda o medo diário na hora de voltar para casa, depois de um dia de trabalho e estudo. “Iluminação é uma coisa que nunca tivemos por lá e uns e outros têm perto de suas casas porque eles compram as coisas pra ter. Na maior parte do bairro é escuridão total por descaso com a gente. Quem volta tarde da faculdade, como eu, tem que andar um longo trecho a pé e com medo, mesmo pagando uma tarifa altíssima para ter os serviço”, pontua. Nesta quarta-feira (27), cobramos um posicionamento do Governo Municipal em relação aos problemas, através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura. Em nota encaminhada para a redação do jornal O Diário e Diário TV, a Secretaria de Serviços Públicos informou “que está priorizando a recuperação de ruas em vários bairros, danificadas pelas últimas chuvas” e que “a previsão de conclusão desse trabalho depende das condições do tempo. A manutenção de rotina da secretaria será retomada o mais rápido possível”.
Serrinha ainda sofre
Não muito longe de Boqueirão, no sentido inverso da comunidade e também vizinha à RJ-130, rodovia que liga Teresópolis a Nova Friburgo, está a localidade de Serrinha, região onde vivem alguns produtores rurais e muitas residências. Com as primeiras chuvas fortes registradas no início de novembro, a principal estrada da região ficou impraticável em vários pontos e, apesar de promessas de intervenções, nenhuma melhoria foi realizada pela prefeitura.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Teresópolis libera reabertura dos parques

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy