ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Batalhão da PM é símbolo de sucesso empreendedor

Data: 22/03/2018

O Movimento Empreendedor traz em sua terceira edição ao vivo do ano, o caso de sucesso do 30º BPM como um dos exemplos de Intraempreendedorismo a serem seguidos por nossas empresas e instituições

Anderson Duarte

Mesmo com tantas adversidades e tragédias naturais e políticas que se seguiram, Teresópolis conseguiu nos últimos anos conquistar um dos títulos mais importantes já registrados em toda a sua existência, o de cidade mais segura do estado e uma das mais bem ranqueadas em todo o país. A posição de destaque e as internacionalmente conhecidas belezas naturais do município elevaram o índice de visitação e as ocupações sazonais na rede hoteleira cresceram em um cenário de recessão ou estabilidade em quase todas as cidades da região. Para os especialistas em segurança pública, um fator foi determinante para tal sucesso, a competência e capacidade de organização do Batalhão de Polícia Militar de nossa cidade em gerir e tocar a sensível área da administração. Com essa percepção de sucesso, o Movimento Empreendedor traz em sua terceira edição ao vivo do ano, o caso de sucesso do 30º BPM como um dos exemplos de Intraempreendedorismo a serem seguidos por nossas empresas e instituições, afinal, sempre há quem consiga escrever a própria história de sucesso, mesmo que seja dentro de uma empresa, pública ou privada.
Para compartilhar esse case de sucesso, o Comandante do 30º BPM, Tenente Coronel Marco Aurélio, foi convidado pelo Movimento Empreendedor para mostrar como a corporação ao longo dos últimos anos conseguiu elevar a cidade ao patamar de sensação de segurança e índices de violência semelhantes a regiões europeias. Através da palestra, o Comando espera contagiar ainda mais a sociedade a participar dos mecanismos de interação e que tanto tem contribuído para o setor de investigação e enfrentamento ao crime. O encontro acontece na próxima terça-feira, 27, no Tribunal do Júri do UNIFESO em seu campus sede no Alto, a partir das 19 horas. O tema Intraempreendedorismo no setor público tem motivado inúmeros encontros do tipo por todo o país. “Acho que mais que uma palestra vamos ter a oportunidade de ter uma aula de como se desenvolve o empreendedorismo dentro de uma instituição pública. É simplesmente imperdível para todo o público da cidade”, explica Azra El Akbar.
A revolução do mundo com o empreendedorismo não chegou apenas para os fundadores de startups e novas empresas, mas para o mercado em geral, em especial no setor público. Comprovadamente, sempre que o conceito de Intraempreendedorismo é adotado em setores públicos, os resultados apresentados tem sido dignos de comparações com o setor privado. Elevado a condição de Batalhão apenas em 2003, o trigésimo é responsável pelo policiamento, não só de Teresópolis como também dos municípios de São José do Vale do Rio Preto, de Sumidouro e de Carmo, com uma população total aproximada superior aos 220 mil habitantes. Em sua trajetória de constituição, diversos projetos desenvolvidos localmente ganharam projeção e até acabaram sendo replicados em outras unidades, assim como práticas que foram inauguradas aqui, e que foram copiadas em diversas outras praças.
“Os Intraempreendedores são pessoas que conseguem concretizar uma ideia própria ou a de outros, reunindo pessoas e recursos para tal e enfrentando os obstáculos que surgem no processo, sem medir esforços. Eles possuem características que os tornam competitivos e indispensáveis ao bom desempenho das organizações, visto que apresentam aptidão para gerenciar, criar e implementar inovações, agregando valor para a sociedade em que atuam. Esses indivíduos são importantes, pois agem como verdadeiros agentes de mudanças, transformando as ideias em produtos ou serviços de sucesso, se empenhando a favor da organização e em busca de sua realização pessoal”, explica o conceito Marcelo Oliveira.
“Não podemos deixar de registrar que as organizações públicas têm como objetivo prestar serviços para a sociedade e são consideradas como sistemas dinâmicos, complexos, interdependentes e inter-relacionados, envolvendo informações e seus fluxos, estruturas organizacionais, pessoas e tecnologias. Aqui no setor público também se procura melhorar serviços e obter a satisfação daqueles que os utilizam, já que estes são os objetivos dessas instituições. A organização interna e a motivação de nossos homens e mulheres são instrumento fundamental para se chegar a estes objetivos”, explica o Comandante.
No mundo das empresas, é o mesmo que esperar que o funcionário atue como um dos donos do negócio, tendo ênfase na produtividade, inovação e crescimento, como se de fato dono fosse. Como a competitividade cresceu, organizações têm se mostrado abertas para inovações que venham agregar valor ao seu negócio e estabelecer um diferencial com relação à concorrência, o que também se estabelece no âmbito do poder público, fazendo com que as instituições públicas também possam se valer desse novo conceito para aprimorar a qualidade dos seus serviços. Apesar de o Intraempreendedorismo ter ganhado espaço nas diversas organizações da sociedade, e ter se mostrado fator relevante para o sucesso de muitos empreendimentos, observa-se que no setor público, falta ainda a conscientização para o desapego à burocracia e à centralização, que apesar de necessárias em alguns casos, acabam muitas vezes por atrapalhar o desenvolvimento das tarefas e funções e inibir as características empreendedoras e que demonstram o potencial de seus servidores.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A história de Teresópolis, através da imprensa

Aulas presenciais só voltam quando Teresópolis estiver em bandeira amarela

Município do Rio vacina professores da rede pública com 55 anos ou mais

Grandes empreendimentos comerciais em Teresópolis

Quatro mortes num acidente com Palio Weekend na noite desta sexta-feira

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy