ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Advogados na luta contra a Febre Amarela

Data: 24/01/2018

Já imunizado, o presidente Rodrigo Ferreira explicou que a ideia surgiu da necessidade de promover a saúde da classe e com o apoio da CAARJ foi possível também ampliar a imunização para os familiares dos advogados

Anderson Duarte

Os nossos operadores do Direito tiveram nesta terça-feira, 23, um dia dedicado a cuidar da saúde tanto dos profissionais, quanto dos seus familiares, na verdade a prevenção de um mal que tem preocupado todo o estado. Em resposta aos crescentes e preocupantes casos de infecção da Febre Amarela em nosso município e com o objetivo de ajudar a municipalidade na ampliação da cobertura vacinal, a Ordem dos Advogados do Brasil em sua 13ª Subseção em Teresópolis em parceria com a CAARJ, Caixa de Assistência ao Advogado, promoveu ao longo de todo o dia, na sede da entidade uma campanha de vacinação de combate à Febre Amarela junto a comunidade profissional. Advogados e familiares compareceram ao evento e se imunizaram contra um mal que cresce e preocupa em nosso estado.

Teresópolis foi o primeiro município a receber tal demanda, sendo que a entidade já promove a imunização contra a gripe, por exemplo, desde 2013, e com ampla participação da classe. Já imunizado, o presidente Rodrigo Ferreira explicou como surgiu a ideia e quem apoiou a iniciativa. “Não posso deixar de agradecer ao Delegado da CAARJ que viabilizou com a Dianne e demais funcionários da Caixa essa iniciativa. Gratidão ao Secretário de Saúde do Município, Carlos Dias e ao Subsecretário Antônio que atenderam ao meu pedido de cessão das doses. Lembrando que fizemos tudo em caráter urgente porque já tivemos dois óbitos em Teresópolis. Agradeço ao Presidente Marcello Oliveira que da autonomia aos Delegados e Gerentes para que possamos agir em conjunto”, explicou inicialmente o advogado, que também ressaltou que em virtude da grande demanda no país, não há doses da vacina para comercialização, sendo praticamente toda a produção voltada ao poder público, por isso, a participação da secretaria do município no processo.

Quem também enalteceu a boa relação da OAB Teresópolis com a CAARJ, foi o Delegado Roberto Monteverde, “A CAARJ é o braço social da Ordem e nós ficamos muito felizes de vermos um trabalho tão bem feito e representativo como vimos aqui hoje nesta vacinação. É fundamentar cuidar da saúde dos nossos profissionais e a relação de proximidade da presidência da OAB em nosso município com a Caixa tem esse ponto extremamente positivo, ou seja, diante do trabalho feito na entidade, fomos o primeiro município a receber esse tipo de ação”, enalteceu Roberto. “Nosso esforço maior é mesmo pela manutenção da saúde e da qualidade de vida da categoria, mas também para ajudar a desafogar as unidades públicas que em virtude dos casos de infecção e, infelizmente, óbitos registrados nos últimos dias registrou grande procura. Acreditamos que a continuidade do trabalho vai cobrir 100% da classe, visto que no ano passado já tínhamos feito campanha semelhante e também em parceria com a CAARJ e a secretaria de Saúde do município. Assim como se espera a campanha de vacinação deve chegar a todas as subseções da OAB em nosso estado”, explica Rodrigo, que também enaltece a participação do presidente da CAARJ, Marcello Oliveira, neste processo. “A vacinação faz parte de uma série de ações que traduzem a nossa visão sobre o papel da Caixa de Assistência, que é o de cuidar do advogado da porta do escritório para fora. A imunização ajuda a garantir sua saúde, o que lhe permite mais tempo com a família, um trabalho com mais qualidade, mais integração com os colegas. Este é o nosso objetivo”, explica.

Segundo recente boletim liberado pelas autoridades de saúde do município, não houve alteração no número de casos de febre amarela registrados em Teresópolis. Quatro pacientes contraíram a doença, sendo que dois morreram em consequência do problema. Há ainda uma quinta paciente, moradora da Tijuca, cujo diagnóstico ainda não foi confirmado. Além da corrida aos postos de saúde para buscar a vacina, a população também procura as farmácia da cidade para se proteger com repentes. A procura é tanta que os estoques de algumas dessas drogarias esgotou. A segunda vítima fatal da febre amarela em Teresópolis é Darci de Almeida Cruz, de 64 anos, residente no KM 40 da Rio Bahia, em Água Quente. Ele estava internado no hospital São Francisco, e não resistiu às complicações da doença que provocou hepatite fulminante e transplante hepático, morrendo às 22h15min desde domingo, 21, sendo sepultado na tarde desta segunda-feira, no cemitério de Serra do Capim. 

Em resposta aos crescentes e preocupantes casos de infecção da Febre Amarela em nosso município a OAB e a CAARJ promoveram ao longo de todo o dia, na sede da entidade uma campanha de vacinação junto a comunidade profissional

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Covid-19: adultos são fonte de infecção mais comum que crianças

Latinos viajam aos Estados Unidos em busca de imunização

Novos dados confirmam rejuvenescimento da pandemia

Fiocruz produz 40% das vacinas contra a Covid-19 no Brasil

Butantan entrega mais 1 milhão de doses de vacinas contra covid-19

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy