ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Adorável Cia apresenta espetáculo que resgata magia circense

Data: 14/07/2018

A Adorável Cia apresenta um novo espetáculo que resgata toda a magia circense. Com números originais e acrobáticos, dupla aposta na mais tradicional mistura do circo mundial para encantar o público

Anderson Duarte

Uma das histórias mais emocionantes e encantadoras do universo circense é a relação de encantamento e amor entre as personagens da bailarina e do palhaço, afinal, quem nunca se viu com os olhos marejados com a reação de encantamento do mais engraçado elemento do circo ao se deparar com os movimentos plásticos, suaves e acrobáticos da bailarina. Essa relação tão própria do universo circense foi resgatada pela Adorável Cia, que viaja pelo estado com um espetáculo pensado e montado para valorizar essa beleza. A atriz e bailarina clássica Cecília Viegas, e o ator, diretor e também palhaço Marcos Camelo, decidiram então unir os seus multitalentos para levar ao público música, acrobacias, malabarismo, equilibrismo e, claro, muitas e muitas risadas. A mais bela fábula sobre união e tolerância ganha vida e sons com a apresentação da Adorável Cia.
A divertida e romântica história da sonhadora bailarina, mas também muito atrapalhada às vezes, e do corajoso, romântico, e sempre disposto a agradar a companheira, Palhaço, é interpretada pelo casal Cecília Viegas e Marcos Camelo, que esteve nesta sexta-feira, 13, nos estúdios da Diário TV para participar do programa Jornal Diário na TV. O casal também é responsável por todos os elementos criativos do espetáculo como a concepção e o texto, a música, a direção, cenografia, e até a criação de instrumentos musicais específicos usados no palco. “Nós buscamos na inspiração de nosso próprio encontro pessoal, a formula para compor o espetáculo. Conheci o Marcos quando fazia a parte de acrobacias, e como tenho a formação de bailarina clássica achamos que poderíamos unir tudo isso com a simplicidade e encantamento do palhaço. O circo é nossas vidas e queríamos mostrar um pouco disso no nosso espetáculo”, explica Cecília. A apresentação, além de muito engraçada, também resgata alguns bons sentimentos e valores como a amizade e o amor e sempre através de encantadores momentos de dança e acrobacia.
Com uma linguagem própria que resgata diversos elementos circenses, a dupla varia entre números de dança, com apresentações de instrumentos inusitados, malabarismo, equilibrismo e claro, muitas gargalhadas. “Um dos momentos bacanas do espetáculo é quando a Cecília faz uma apresentação de ponta de sapatilha em cima da boca de garrafas. As crianças, adolescentes e até os adultos ficam completamente encantados com a novidade, e a mistura de tudo isso emociona o público, afinal, é um espetáculo que fala sobre o amor”, enaltece Marcos, que além de ator e diretor, se dedica a arte da interpretação do palhaço. “O palhaço sempre foi uma das principais atrações do picadeiro circense, ele é a representação máxima, imagine um belo espetáculo, majestoso, estupendo, e lá no meio de tudo um sincero e gentil palhaço com sua tradicional marca do nariz vermelho, isso é essência do circo”, explica. Afinal, quem nunca se admirou com o personagem de cara pintada e trajando roupas ridículas? "Enquanto existir a alegria, lá estará um circo e onde existir criança, existirá um palhaço", lembra o ator.
Tules, meias tipo arrastão, sapatilhas com todo o brilho de cetim, e um nariz de palhaço. A bailarina desta história não das tradicionais que conhecemos nos livros, ela é um pouco mais inquieta, e se arrisca mesmo com piruetas “Acho que eu já não cabia mais no tradicional mundo da dança clássica. Não depois de experimentar o mundo das acrobacias, por isso, quando resolvemos colocar os dois mundos reunidos, não pude deixar de inserir um pouco dessa inquietude toda que os malabarismo possuem na vida da bailarina. Aliás, essa é uma bailarina muito menos mais tranquila mesmo que o tradicional, inquieta e até bagunceira mesmo”, brinca Cecília. A companhia tem sede na cidade vizinha de Guapimirim e está com diversas apresentações agendadas pelo interior do estado, sendo a mais próxima, em um grande festival de artes na cidade e Maricá.

 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estado do Rio de Janeiro passa de 300 mil casos acumulados de covid-19

O Diário vai entrevistar candidatos a prefeito e vice

CMN flexibiliza regras para crédito rural a pequenos produtores

Confiança do comércio volta ao patamar de otimismo após seis meses

Sesc reabre unidade hoteleira de Teresópolis no dia 30

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy