ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Academias completam mais de 90 dias fechadas

Data: 24/06/2020

Arquivo

Paola Oliveira 

As academias da cidade estão com suas atividades paralisadas desde o início do isolamento social, completando mais de 90 dias com as portas fechadas. A atual situação não era esperada pelos alunos e nem pelos professores que acreditavam que a retomada seria breve, mas a realidade apresentada foi outra. “Ninguém imagina algo próximo a isso. Eu me lembro perfeitamente quando houve o primeiro lockdown, a previsão era de 15 dias. Então é um cenário completamente diferente e novo para todos nós”, conta o professor de educação física e sócio da academia New Limit, Maurício Garcia.   
Para contornar o momento, a equipe da New Limit buscou alternativas para manter o contato e o cuidado com os clientes, priorizando o afeto, preocupação, oferecendo atenção, carinho e profissionalismo com um toque de humanização. “Nós trabalhamos muito com o termo chamado pertencimento. Nos preocupamos com todos os nossos clientes e com essa situação. Então nós fizemos várias ações. Primeiro nós ligamos no dia do aniversário de todos para saber como as pessoas estão, como estão se sentindo e dá um alô. Em segundo, disponibilizamos o aplicativo que utilizamos na academia, do nosso software, com atividades práticas para que eles se movimentassem em casa e não ficassem parados, porque esse comportamento sedentário é um vilão muito grande nesse combate, não só da imunidade física como também psicológica e mental”, com isso os clientes que se sentiram queridos e bem cuidados. 


Além disso, a academia buscou tornar o pagamento das mensalidades justo para ambos os lados nesse período, oferecendo caminhos para se evitar os cancelamentos de contratos. “Os planos que venciam vão ser prorrogados de acordo com o tempo que academia ficou fechada. Nós fizemos um trabalho de conscientização e até uma forma de apelo para as pessoas não cancelarem as suas matriculas, porque nós vamos estar dando créditos para elas”. Segundo Maurício, existiram alguns cancelamentos, porém o número não é expressivo como se vê no mercado e refere o resultado dos dados a equipe. “Eu atribuo isso humildemente ao carinho e ao trabalho de todo o time”.  
Mesmo sem previsão de reabertura, a New Limit vem trabalhando na estrutura da academia antecipadamente para receber os alunos com toda a segurança quando for autorizado o retorno das atividades. “A academia está super bem cuidada, limpíssima, com todos os protocolos executados, com todas as práticas sanitárias para que as pessoas sejam recebidas de forma muito segura. Colocamos pias nas entradas, dispenses de álcool em gel por todos os setores da academia, tapetes sanitários e agora estamos providenciando túnel de desinfecção. Estamos investindo em infraestrutura especifica para este momento de COVID-19”. O investimento não se limita ao espaço físico, o tempo de isolamento social vem sendo positivo no aperfeiçoamento profissional do quadro atual dos funcionários. “Vários profissionais do nosso time estão participando de mentorias, cursos de especialização incentivados pela a academia e o próprio profissional inspirado a se capacitar mais, a aprender mais”, para estarem qualificados para dá assistência aos nossos alunos. 
O retorno é um dos momentos mais esperados para os que priorizam a saúde do corpo e da mente. De acordo com pesquisas, desde o início da quarentena o número de casos de depressão e ansiedade aumentaram, se tornando uma preocupação a mais. As atividades físicas vêm para contribuir no bem-estar e controle emocional das pessoas, porém com as academias fechadas a alternativa vem sendo trabalhar o corpo em casa, mas nem todos são aplicados para manter o mesmo ritmo de longe. Através dessa necessidade, surgiu por meio das redes sociais o #MOVIMENTOPELASAUDE com o pedido de reabertura das academias ao Governo Municipal de Teresópolis, no qual a New Limit abraçou. “As academias têm uma posição melhor de organizar os protocolos e a retomada para ficar muito seguro para quem vai treinar. Nós reforçamos o apelo a Prefeitura de Teresópolis para que reflitam com carinho sobre isso, que façam uma fiscalização em cada estabelecimento e que identifique as medidas de segurança. Se faz necessário por todos a reabertura das academias, isso vai ser um benefício geral” desabafa Mauricio.

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social debaterá "Mudanças Climáticas"

Consumidor está cauteloso na hora de gastar, diz pesquisa

Senac RJ oferece 10 vagas de emprego para instrutores

Procon-RJ vistoria instaladoras de gás natural veicular

Faetec: matrículas de cursos de qualificação estão abertas até terça

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy