ASSISTIR AO VIVO

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE NO

Aberto período de vacinação antirrábica animal na Zona Rural

Data: 07/03/2019

Agência Brasil

 

Marcello Medeiros

Desde janeiro, equipe volante da Secretaria Municipal de Saúde/Setor de Controle de Zoonoses vem percorrendo a cidade para vacinação antirrábica gratuita de cães e gatos domésticos a partir dos quatro meses de vida. Neste mês de março, serão atendidas sete localidades da área rural, das 9h às 14h. O atendimento no Segundo e Terceiro Distritos teve início nesta quinta-feira (07), em Bonsucesso. Na próxima terça-feira, dia 12, será a vez de Poço dos Peixes, na região de Três Córregos. Veja no boxe os outros dias, horários e locais onde será realizada a prestação do serviço.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, além do atendimento volante, donos de cães e gatos podem imunizar seus animais de estimação de segunda a sexta-feira, nos seguintes horários e locais: - Das 8h às 9h na Secretaria de Saúde (Rua Júlio Rosa, 366, na Tijuca); - Das 9h às 13h no Centro de Triagem Animal (Canil), instalado na altura do Km 75,5 da Estrada Rio-Bahia, ao lado do antigo aterro sanitário, atualmente lixão do Fischer. Ainda segundo a SMS, a contenção dos animais a serem vacinados é de responsabilidade do proprietário, que deve ser sempre um adulto. 

A doença
A raiva é uma doença 100% letal ao ser humano. O vírus é transmitido do animal para o homem, principalmente por meio da mordida. Cães e gatos são os principais transmissores da doença. A vacina é a única forma de prevenção. Entre os sinais clínicos, é possível destacar que os cães se tornam mais agressivos, mordendo pessoas, animais e objetos, ou ficam tristes, procurando lugares escuros. O latido se torna diferente do habitual; o animal tende a ficar de boca aberta, com muita salivação, recusa água e alimentos e tem dificuldade para engolir. Também há falta de coordenação motora; convulsão; e paralisia das patas traseiras.
Em caso de suspeita da doença, é importante deixar o animal em observação duramente dez dias, em local seguro, para não fugir nem atacar pessoas ou outros animais. Ele deve receber água e comida normalmente. Caso não seja possível observar o animal em casa, a orientação é encaminhá-lo ao canil ou buscar atendimento de profissional da área.


 

Compartilhar:








ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Estado repassa mais R$ 371 milhões para as prefeituras fluminenses

BR-116 tem recuperação de pavimento em trechos da baixada

CLASSIFICADOS


        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ

Desenvolvido por Agência Guppy