Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Tricano é campeão absoluto de irregularidades, aponta TCE

Data: 11/01/2018

Prefeito ao longo do ano de janeiro de 2016, Tricano responde pelas irregularidades administrativas do ano que compartilhou com Marcio Catão.

Décima cidade mais pacífica do país, Teresópolis não figura no TCE entre os dez municípios com as contas aprovadas. Muito pelo contrário. Segundo relatório publicado ontem pelo Tribunal de Contas do Estado, nossa cidade é a campeã de irregularidades administrativas, com a aplicação fraudulenta em cerca de 20% do orçamento no ano de 2016, base do estudo apresentado, onde foram reprovados quatro municípios.

Em primeiríssimo lugar, Tricano cometeu improbidades na utilização de R$ 71,5 milhões durante o ano de 2016. Em segundo lugar, longe, figura Barra do Piraí, com R$ 11,6 milhões; Rio das Flores, R$ 4,2 milhões; e Pinheiral, R$ 3 milhões.

Segundo a conselheira Andreia Siqueira Martins, a prefeitura de Teresópolis realizou despesas de R$ 15.941.239,57 sem o devido registro contábil e o prévio empenho; cancelou restos a pagar processados no montante de R$ 10.028,25 sem apresentar as devidas justificativas; apresentando déficit financeiro de R$ 71.538.716,25 acumulado ao longo da gestão da prefeitura, 11 dias de 2016 nas mãos de Marcio Catão e 345 dias nas mãos de Tricano. O TCE aponta ainda desrespeito ao limite de gastos com pessoal; e realização de obrigação de despesa sem cobertura, além de outras 18 impropriedades.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Confirmada para 3 de junho a nova eleição em Teresópolis

Segunda instância rejeita último recurso de Lula no caso do triplex

Projeto que pune quem divulgar imagem de cadáver avança na Câmara

Inflação do aluguel avança menos na segunda prévia de abril

Lucro de imóvel para quitar outro é isento de imposto, decide STJ

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ