Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Servidores municipais farão novo protesto na terça-feira

Data: 11/08/2017

Marcus Wagner

Os servidores públicos municipais irão realizar uma manifestação em frente à prefeitura na próxima terça-feira, às 9 da manhã, após rejeitarem a proposta do prefeito Mario Tricano que quer reduzir o salário do funcionalismo em 10%, mas sem se comprometer a pagar em dia. A decisão dos trabalhadores partiu de votação ocorrida na assembleia do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresópolis (SindPMT) ocorrida na última segunda-feira que contou com um grande número de participantes e precisou ser transferida para a Praça da Matriz de Santa Teresa, mostrando que a revolta contra Tricano é grande e vem crescendo já que ele nem sequer fala em cortar gastos com o excesso de secretarias e cargos comissionados do seu governo.
“No dia 21 de julho tivemos a reunião com o prefeito em que recebemos a proposta dele que não era nada favorável ao servidor, então a gente fez uma semana de mobilização, fomos em todos os cantos para que a gente pudesse trazer a Educação e as outras categorias para essa assembleia que encheu bastante, tivemos que descer para a praça porque não coube no CEAC. Passamos a proposta dele de fazer a retirada de 10% para fazer uma poupança, com uma devolução em um dia não marcado, tirando do valor bruto que até foi uma surpresa. Alem de não dizer quando vai devolver, amarrou isso à entrada de verba nova na prefeitura. Isso preocupou muito e o servidor não aceitou esta proposta pois que o salário em dia. Já são dois meses e uns dias e estamos já chegando no meio de agosto e nenhum centavo pago, até agora nada, então fica difícil”, explicou Kátia Borges, diretora do SindPMT. 
De acordo com o ofício enviado por Tricano ao SindPMT, o governo quer fazer o corte nos salários, mas não se compromete em pagar em dia  e nem sequer devolver os benefícios do vale alimentação e plano de saúde a que tem direito.
A sindicalista afirmou que a manifestação mais uma vez será pacífica e quer apenas mostrar que o descontentamento do servidor é cada vez maior e que a categoria quer uma solução urgente da prefeitura. Por conta do escândalo das bananas a preço exorbitante que foram compradas sem licitação pela prefeitura, alguns dos manifestantes planejam até levar algumas frutas para o protesto. “Na assembléia, a gente ainda não decidiu por greve ainda, mas pela manifestação para que a gente cobre, visto até esse último escândalo da banana a R$ 4,25 o quilo depois de uma reunião com a gente dizendo que não tem dinheiro, que seja agricultura familiar, mas é um dinheiro a mais. A gente já paga a Milano que fornece banana, par que comprar tantos quilos a um preço tão absurdo? Então fica a dúvida e a gente espera que a Câmara vá investigar isso, ver de onde está vindo, porque está esse preço, se é essa compra mesmo e todas as outras questões que envolvem uma prefeitura sem dinheiro com uma compra dessa”, afirmou.
O sindicato agora segue fazendo o chamamento a todos os trabalhadores do município para aderirem a paralisação e assim demonstrar tanto para o prefeito quanto para os vereadores que o servidor quer ser respeitado e precisa receber em dia: “A gente convoca todos os servidores para estarem lá, 9 horas da manhã, vamos aproveitar a sessão da Câmara para cobrar e à prefeitura, que seja tomada uma atitude, que seja feita alguma coisa. A venda da folha para o Santander já foi feita e até agora não entrou nenhum centavo nas nossas contas”, disse Kátia.

Foto Divulgação SINDPMT: Um grande número de trabalhadores compareceu à assembleia e rejeitou a proposta de Tricano que quer cortar 10% dos salários

 

 

 

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tereprev alerta para prazo de recadastramento de aposentados e pensionistas

Prefeitura abre licitação para compra de produtos agrícolas

Teresopolitano passa em primeiro lugar para Medicina do UNIFESO

Faxinaço reúne equipes de quatro secretarias municipais no Meudon

Lei Seca já salvou 41 mil vidas e poupou R$ 550 bilhões

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ