Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Polícia investiga dois assassinatos registrados no fim de semana

Data: 05/12/2017

A polícia investiga as circunstâncias da morte da jovem Pâmella, encontrada morta dentro de uma casa em Paineiras e do motorista Walace, executado com três tiros depois de concluir a última viagem da linha em que trabalhava na Viação Teresópolis (fotos internet)

Um homicídio e uma morte em circunstâncias suspeitas estão sendo investigados pelas autoridades de segurança pública de Teresópolis. O motorista Walace Moraes foi executado com três tiros na noite de sexta-feira, 1º de dezembro, em um assalto registrado no 2º Distrito do Município. Também na sexta-feira a jovem Pâmella Simas foi encontrada morta em uma casa onde teria passado a madrugada no bairro de Paineiras.
 
A jovem Pâmela morreu em circunstâncias suspeitas. Ela teria passado a noite de quinta para sexta-feira em companhia do seu algoz e de uma outra mulher. Os três estavam em uma casa que foi emprestada por um amigo do suspeito. O proprietário teria saído para trabalhar e quando retornou, no início da tarde, chamou pelo amigo e não foi atendido. Com uma chave reserva, entrou na casa e encontrou a moça caída. Ele chamou a polícia e os bombeiros, mas a moça já estava morta. 
 
Latrocínio ou vingança
 
No caso do motorista, o que aparentava ser um latrocínio – roubo seguido de morte – começa a tomar rumos diferentes. Walace foi executado depois de fazer a última viagem da linha em que trabalhava na Viação Teresópolis. O bandido, que usava casaco com gorro e boné, esperou que todos os passageiros descessem para render Walace e o cobrador. Em seguida, ordenou que seguisse de volta pela BR 116 até o quilômetro 51, localidade conhecida como ‘Quebra Coco’, onde assassinou covardemente o motorista. O bandido levou apenas o celular do condutor e fugiu em uma moto que estava esperando. O cobrador do ônibus não foi agredido, mas ficou em estado de choque e precisou ser atendido pelos paramédicos da CRT.
 
O crime está sendo investigado pelos inspetores da Polícia Rodoviária Federal, agentes do Serviço Reservado do 30º Batalhão e pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil. O sistema de câmeras do coletivo será uma ferramenta importante para identificação do assassino.  Uma mulher com quem o motorista teria se envolvido é apontada com possível suspeita do crime. 
 
 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Lei vai facilitar a liberação de alvará em Teresópolis

Cerca de 10 macacos encontrados mortos em Vieira

Morte de macacos no interior é investigada

Torcedores do Flamengo invadem Maracanã e provocam tumulto no entorno do estádio

Mais um PM é morto no estado do Rio; número de vítimas chega a 127 neste ano

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ