Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Ministério Público e PM prendem mais uma quadrilha

Data: 26/03/2018

Policiais do 30º BPM e Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado, do MP, estiveram no Rosário e Perpétuo

Marcello Medeiros

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, através do Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e com apoio do 30º Batalhão de Polícia Militar, realizou nesta sexta-feira (23) a Operação Mandrake II para desarticular uma quadrilha de traficantes que age em Teresópolis. Foram emitidos seis mandados de prisão, sendo dois cumpridos no Rosário e Perpétuo, e sete de busca e apreensão. A operação também aconteceu em São Gonçalo, na Região Metropolitana do estado, para onde teria fugido uma das lideranças do grupo, evadido sistema prisional.
Segundo informações do Ministério Público, foram denunciados nove integrantes de uma organização criminosa que comanda o tráfico de drogas nas comunidades do Perpétuo, Rosário e Fonte Santa. A denúncia a que o MP teve acesso indica que a quadrilha utiliza armas de fogo para sustentar seu poder e também para recrutar adolescentes para a venda de drogas ilícitas na região.
As investigações foram iniciadas em 2017, com apoio da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar e do 30º BPM (Teresópolis), quando foi identifico que lideranças do tráfico de Teresópolis, mesmo presas, “continuavam a exercer poder sobre as comunidades e sobre seu subordinados soltos”. Por esse motivo, a operação também realizou buscas na galeria e na cela ocupada um dos teresopolitanos líderes do grupo, na Penitenciária Vicente Piragibe.

Prisões
As equipes da PATAMO e P2, do 30º BPM, após serem acionadas pelo GAECO, fizeram diligência na comunidade do Rosário a fim de capturar os acusados. Um deles estava em residência supostamente utilizada para comercialização de drogas e estava de posse de dois sacolés de cocaína. Além do morador do Rosário, foi preso no Perpétuo outro homem que teria forte ligação com facção criminosa do Rio de Janeiro, e filho de traficante já encarcerado.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia faz operação contra milícia no Rio e prende 12 pessoas

Corpo de Bombeiros adota práticas sustentáveis

Ziriguidinho diz que não foi chamado pelo partido

Festival Serveja começa sábado e vai até o dia 1º

Sesc recebe espetáculo "A Ordem Natural das Coisas"

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ