Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Dicas para o uso eficiente do aquecedor a gás no inverno

Data: 15/07/2017

A temperatura começa a cair e um banho quente sempre cai bem, mas, como em qualquer outro aparelho movido à energia, o uso correto do aquecedor a gás é essencial para garantir o conforto e segurança da família. Nesta época, é comum que as pessoas fiquem mais tempo em locais fechados, por isso o cuidado com os equipamentos deve ser redobrado. Com um pouco de observação, é fácil descobrir a necessidade de manutenção no equipamento. Segundo a especialista da Ceg / Ceg Rio, Christiane Delart, um desses sinais é a cor da chama do aquecedor. “Ela deve ser azulada e constante. Se estiver amarelada e instável, significa que o aquecedor pode estar desregulado”, explica Delart.

Veja dicas para ter um melhor rendimento e maior segurança:

- O aquecedor e os demais equipamentos a gás devem ser instalados em local com ventilação permanente;

- Não use a temperatura máxima do seu aquecedor sem necessidade. Para ajustar a temperatura do seu banho, use o botão de controle do aquecedor (quantidade de gás). Colocar o aquecedor no máximo e misturar água fria desperdiça água e gás;

- O piloto do aquecedor de passagem não deve ser mantido aceso, assim você evita desperdícios e não põe sua segurança em risco;

- Em caso de ausência prolongada, feche os registros dos aparelhos;

- O queimador deve acender imediatamente quando a torneira de água quente é aberta. Caso isto não ocorra, substitua as pilhas ou verifique a ligação elétrica do aparelho; - Se o seu aquecedor ficou muito tempo sem ser usado, verifique as condições das peças e das conexões que podem ficar gastas com o tempo. O ideal é chamar um especialista para verificar as condições de uso;

- As tubulações por onde passa o gás numa instalação devem estar em boas condições de conservação;

- Ao notar qualquer tipo de problema, como vazamento, cheiro de gás, chama amarelada, chame imediatamente a assistência técnica.


A Ceg orienta ainda que, ao comprar o equipamento, o consumidor dê preferência aos aparelhos mais modernos e homologados por órgãos competentes. “Eles têm acendimento automático, sensores e outros recursos que garantem maior eficiência e segurança”, explica Delart, que destaca ainda outros tópicos: - Tão importante quanto a aquisição de um aquecedor novo é a correta instalação do aparelho. A Ceg / Ceg Rio recomenda que os aquecedores sejam instalados na área de serviço; - Busque o auxílio de um técnico certificado ou empresa especializada em gás. Estes poderão indicar o modelo mais adequado para sua necessidade; - A coloração da chama é uma das indicações de funcionamento correto.  A chama deve ser estável e regular e apresentar coloração azulada. Chama instável e amarelada indica que os aparelhos estão desregulados ou necessitando de manutenção; - Todos os aquecedores instalados devem ter uma chaminé em conformidade com a indicação de seu fabricante e normas de segurança vigentes. A chaminé é responsável pela condução dos gases resultantes da queima do gás.
“Faça manutenção preventiva do aquecedor de dois em dois anos ou sempre que notar barulho ou mudança no funcionamento do aparelho e realize limpeza periódica na sua ducha para eliminar as impurezas provenientes da rede de água da rua”, destaca ainda a especialista da Ceg Rio.

Foto: AsCom/CEG - Segundo a especialista da Ceg/Ceg Rio, Christiane Delart, um dos pontos que deve ser sempre observado é a cor da chama do aquecedor






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

IBGE diz que População brasileira é formada basicamente de pardos e brancos

Aposentados e pensionistas começam a receber segunda parcela do 13º salário

Inflação pelo IPC-S avança em quatro das sete capitais pesquisadas pela FGV

Garotinho diz ter sido vítima de agressão em cadeia no Rio

Brasil registra queda de quase 1,14 milhão de linhas fixas de telefone

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ