Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Corpo de Bombeiros de Teresópolis completa 39 anos de atuação

Data: 13/09/2017

16ºGBM: De um pequeno espaço cedido pela prefeitura 39 anos atrás a um quartel que comporta mais de 100 militares - Foto Marcello Medeiros

Marcello Medeiros

No Verão, as enchentes e deslizamentos de terra são rotina. No período de seca, muitas saídas para combater fogo em vegetação, na maioria das vezes em locais de difícil acesso. E, conciliando com os combates específicos de cada época do ano, muitos atendimentos em acidentes de trânsito e domésticos – isso sem contar que se um gatinho ficar preso em uma árvore eles também serão chamados. Esses são os Bombeiros, que de “Heróis do Fogo” passaram a ser vistos como referência para resgate em várias situações. Em Teresópolis, essa corporação comemorou nesta terça-feira (12) os 39 anos do quartel localizado no final da Rua Guandu, em Pimenteiras, com direito a festa e inauguração de mais um espaço para treinamento desses dedicados servidores públicos tão importante no nosso dia a dia.
Atualmente, o Corpo de Bombeiros de Teresópolis tem no comando o Tenente Coronel André Soares de Mello, que tem no currículo outras passagens pelo mesmo quartel e outras unidades, além de funções em diferentes cargos públicos também voltados para o socorro e prevenção, como a Secretaria Municipal de Defesa Civil. Após tradicional solenidade militar, ele falou com nossa equipe sobre a história do quartel de Pimenteiras e sua importância para a comunidade teresopolitana. “Há 39 anos estamos aqui nesse local. Iniciamos como um subgrupamento de Nova Friburgo, a quem éramos subordinados. No início era uma edificação pequena cedida pela prefeitura de Teresópolis, aí a corporação foi ampliando até chegar nesse grande espaço. Outro ponto importante é que hoje também temos duas ambulâncias, carro de salvamento, carro de água, escada mecânica, entre outros, e uma estrutura que comporta mais de 100 bombeiros. Assim, hoje em dia podem prestar serviço de qualidade para a população e com todos os serviços de salvamento e incêndio”, destaca De Mello.
Outro grande diferencial e conquista relativamente recente diante de toda a história da corporação no município é a torre de treinamento do 16º GBM, estrutura que permite que os militares exercitem diversas práticas necessárias para a função dentro do próprio quartel. Antes era necessário buscar unidades no Rio de Janeiro e realizar os treinamentos para resgate em altura em prédios como o Edifício Garagem, por exemplo. Agora, o sentido é inverso: A unidade do bairro de Pimenteiras é referência para outras da instituição. “Essa torre nos fez polo de instrução para outros quartéis das proximidades. Ela trouxe maior agilidade e frequência no treinamento, onde conseguimos colocar em prática todos os nossos conhecimentos. Além da estrutura de altura da torre, na parte de baixo temos um centro de treinamento para incêndio e uma casa de fumaça”, explica o Comandante, citando ainda o auditório e sala de aula existentes na unidade.

Bombeiros no interior
Desde 2014, o atendimento do Corpo de Bombeiros ficou muito mais rápido nas localidades do Terceiro Distrito de Teresópolis, desde que foi inaugurado um Destacamento do 16º no quilômetro 28 da Teresópolis-Friburgo, em Bonsucesso. Até então, um caminhão tanque poderia levar até uma hora para chegar nessa região, vizinha à Vieira, além de ficar mais comprometido o socorro às vítimas de acidentes de trânsito na RJ-130. “Era uma área de difícil acesso, demorávamos muito a chegar. Havia uma demanda muito grande para aquela região e hoje aquele destacamento tem grande incidência de atendimentos em colisões e acidentes com motos. Por isso, também temos trabalhado naquela e comunidades do entorno com a educação no trânsito, levando essa informação para as escolas na tentativa de ajudar a diminuir esse grande número de acidentes”, atenta De Mello.

Pequenos bombeiros 
Outro importante trabalho de prevenção realizado pelo 16º GBM é o projeto “Bombeiro Mirim”, que já atendeu dezenas de escolas nos últimos anos. “Não atuamos somente na urgência, mas também na prevenção com o Bombeiro Mirim nas escolas. Na última semana mesmo concluímos o projeto no CIEP do Barroso, onde as crianças passaram por diversas instruções de salvamento, de prevenção em incêndios, por exemplo, sobre o que fazer para não ocorrer acidentes, entre outros temas relevantes. Aí a criança leva para os pais essa educação, a preocupação em vários pontos, como até a utilização de cinto de segurança, o que esperamos que seja refletido na redução de acidentes no futuro”, pontua o Tenente Coronel.

Academia e homenagem
Para marcar os 39 anos, o quartel localizado em Pimenteiras ganhou mais uma ampliação. A partir de agora os militares lotados em Teresópolis tem um espaço para manter a necessária forma física exigida pela profissão: Foi inaugurada uma academia com aparelhos de musculação e um tatame. A área preparada para lutas como Jiu-Jitsu e Judô homenageia o Sargento Isac Bravo, falecido na Tragédia de 12 de Janeiro de 2011. “Faltava um lugar para esse tipo de atividade física. Temos aqui um campo futebol, mas é uma um campo grande que exige a participação de muitos Bombeiros para que seja utilizado de forma adequada. Então resolvemos construir esse espaço com aparelhos de musculação e um tatame”, frisa De Mello, destacando ainda que a instrução de artes marciais será feita pelos próprios militares: A corporação conta com alguns faixas-preta em ambas as modalidades.

 






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

IBGE diz que População brasileira é formada basicamente de pardos e brancos

Aposentados e pensionistas começam a receber segunda parcela do 13º salário

Inflação pelo IPC-S avança em quatro das sete capitais pesquisadas pela FGV

Garotinho diz ter sido vítima de agressão em cadeia no Rio

Brasil registra queda de quase 1,14 milhão de linhas fixas de telefone

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ