Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Chuvas deixam mais dois mortos em Petrópolis

Data: 12/03/2018

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

Duas pessoas morreram devido a um deslizamento de terra em Petrópolis, na região serrana, na manhã de ontem (11). Eloitson Antonio, de 44 anos, e Maria Aparecida, de 34, estavam dentro de casa quando ela foi atingida por uma queda de barreira, provocada pelas chuvas que caíam desde a tarde de sábado no município.

De acordo com os bombeiros, o quartel local foi acionado por volta das 10h10 de ontem, para atender à ocorrência no bairro Alto Independência.

Na última quinta-feira (8), as chuvas já tinham provocado um deslizamento de terra que matou uma criança de 7 anos, no Morro do Queronse, no distrito de Posse. Na ocasião, uma mulher também ficou ferida.

Verbas federais

Atingida por fortes chuvas esta semana, a cidade de Petrópolis, no Estado do Rio, deve receber recursos do governo federal já na próxima semana.

O ministro Helder Barbalho, da Integração Nacional, sobrevoou no último sábado (10) as áreas atingidas com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e afirmou que técnicos da Defesa Civil Nacional já estão dando suporte aos servidores municipais.

"Temos condições de liberar já na próxima semana esses recursos a partir da alimentação do Sistema Nacional de Defesa Civil", afirmou ele. Explicou que o trabalho está sendo realizado em duas frentes: restaurar a normalidade na cidade e fazer obras de recuperação da infraestrutura danificada ou destruída.

O ministério ainda aguarda um laudo técnico da prefeitura para "precificar" a dimensão dos investimentos necessários.

Diante dos problemas, o ministério reconheceu a situação de emergência no município, que foi publicada no Diário Oficial da União no dia 9 de março.

A medida permite à cidade pedir recursos da União para ações de resposta (socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais) e reconstrução de áreas públicas danificadas. A vigência da situação de emergência é de 180 dias.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, também visitou a região atingida pelas chuvas.

Ele destacou que o Congresso deve adotar medidas para acelerar a chegada de recursos a Petrópolis: “Estamos sempre com os prefeitos do Rio ajudando e dando aquilo que a gente pode colaborar.  E o que for necessário ser aprovado no Congresso, como abertura de créditos para as obras de recuperação da região, vamos fazer. O mais importante é que os recursos cheguem mais rápido à Região Serrana” disse.

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Hospital São José retoma atendimento para clientes Unimed

Terceiro envolvido em caso de assalto e morte é preso

Teatro Municipal recebe espetáculo "Alice no País da Copa"

Governo debate gestão de verbas repassadas a estados e municípios

Decolar.com é multada em R$ 7,5 milhões

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ