Visite nossas redes sociais:

edição digital

leia

Adolescente morre sob suspeita de febre amarela

Data: 10/02/2018

Marcelo Pêgo participou de campanha de um curso de inglês para aumentar o número de doadores de sangue - Foto Arquivo

O adolescente Marcelo Pêgo, 15 anos,seria a sexta vítima fatal da febre amarela em Teresópolis. O menino, aluno da Escola George March, morava no bairro Bom Retiro e estava internado no Rio por complicações aparentemente provocadas pela doença. O quadro teria se agravado pelo fato dele sofrer de hemofilia, doença que enfraquece a imunidade do organismo. Marcelinho, como era carinhosamente conhecido entre parentes e amigos, seria submetido a um transplante de fígado na madrugada de sexta-feira para sábado, 10/2, porém não teria resistido à cirurgia.

Marcelo será enterrado no cemitério São Francisco Xavier, no Rio, onde é realizado o velório. O sepultamento será neste domingo, às 15h.

A Secretaria de Saúde de Teresópolis não confirma o diagnóstico de febre amarela e está em contato com o hospital onde ele era tratado.

Em se confirmando, seria o sexto óbito em Teresópolis. Seriam quatro moradores do interior (Prata dos Aredes, Água Quente e Vieira (2) e dois casos na zona urbana, em Ermitage e Bom Retiro.

 

Compartilhar:






ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quatro registros de candidaturas ainda indefinidos

Justiça começa a ouvir testemunhas sobre corrupção na Alerj

Caminhoneiros mantêm manifestações em rodovias do Rio

Atletas de Teresópolis se destacam em Nova Friburgo

Ministros e Petrobras discutem alta no preço dos combustíveis

        2742-9977   |   leitor@netdiario.com.br   |  Rua Carmela Dutra, 765 - Agriões Teresópolis/RJ